domingo, 19 de setembro de 2010

PROCURA-SE DESESPERADAMENTE!


Um quarto de inverno procura uma bergère desesperadamente!
Tenho a felicidade de ter um quarto grande, com 24m² de assoalho de peroba. Um luxo para os dias atuais. Confesso que fiquei realmente inebriada quando o vi pela primeira vez e o encantamento foi um somatório da riqueza de detalhes de toda a arquitetura da Casinha. A janela também em peroba, abre-se para uma árvore frondosa que sempre anuncia a chegada do frio e dos ventos dominantes. Para o verão e para a contemplação é de fato, uma boa vizinha.
Minha inspiração para a decoração desse espaço já bem desenhado e com elementos permissivos, veio da junção de móveis adquiridos ao longo da vida e pela mistura de outras peças que sempre rondaram meus sonhos. Uma delas em especial é a mesa lateral com ar Vintage com pés palito. Ela imprime no tampo, uma parte do mapa de Paris que contempla a Torre Eiffel. Posso dizer categoricamente que é muito especial para mim. A felicidade mora nos detalhes, na junção de multiplicidades das memórias, das riquezas culturais e em tudo aquilo que realmente nos alegra em cada momento do dia a dia. Entendo que há muitas maneiras de amar a casa e vida, basta nos permitir.
Com tanto lugar ainda que tenho nesse generoso espaço, (nunca me esqueço que o vazio também é extremamente importante) quero muito, imensamente, uma bergère! Essa também é uma peça que me encanta, que vai me acolher nos momentos de repouso, de leitura e quem sabe, em um futuro próximo, acolher outro personagem dessa história. E quero muito que ela venha carregada de uma história para contar.


Nenhum comentário: