quinta-feira, 28 de outubro de 2010

CADA COISA EM SEU LUGAR

É surpreendente como as coisas acontecem na vida da gente. Às vezes o que planejamos não representa o que realmente está reservado pra nós. Ano passado, estava planejando com muito cuidado e vontade a realização da cerimônia do meu matrimônio e por ironia, o que deveria vir depois, que é a casa, aconteceu antes e atropelou a etapa anterior. E estou achando ótimo! Entendi que os ventos não estavam a favor e estava difícil lutar sozinha. Aprendi que na vida temos a liberdade de escolha e como temos muitas opções, temos que ser justos para escolher o melhor no momento no momento certo. Mas o que é certo? Pode ser que depois, lá na frente, fora da situação, enxergamos com outros olhos. Mas é difícil escolher. E estamos aqui nesse mundo exatamente para isso: liberdade de escolha, aprimoramento e merecimento. As escolhas podem ser doídas, mas depois podem virar um presente lindo... vai saber. É só vivendo mesmo.
Estava desesperada para comprar uma mesa grande. Até então, só estava com aquela da cozinha na medida de 80x50cm. Só para duas pessoas. Planejei nos sonhos de uma arquiteta para a sala de jantar uma mesa Saarinen. Adoro! E meu projeto contemplava lá no quintal uma mesa de madeira de demolição grande para mais pessoas em dia de festa. Comprei a tal mesa e não ficou bom. Fugiu do planejado.  Quando ela chegou, o quintalzinho já havia definido seu espaço: todos queriam era a mesa pequenininha da cozinha debaixo da cobertura de esteira lá do Mercado Central. Aquela atmosfera definidora não contemplava uma mesa grande. Solução? Cá está ela na sala de jantar. Confesso que está muito bem aqui nesse espaço com cadeiras de ar campestre. E todos aprovaram. Nem parece a mesma. A Saarinen vai ficar pra depois. Vai existir um lugar onde eu e esse objeto de desejo vamos nos encontrar.

Nenhum comentário: