terça-feira, 13 de setembro de 2011

CIRCUITO ONDINA

Foi sentada naquela mesa, naquele lugar de eternas recordações que a emoção se fez presente. Como bons mineiros, ao redor de uma mesa na cozinha aquecidos pelas chamas de um tradicional fogão à lenha que as lembranças, as verdadeiras memórias afetivas, manifestaram-se. Entre amigos é assim. Somente entre os verdadeiros. Como que em uma terapia coletiva, tiveram histórias, muitas histórias, lágrimas e também muitos sorrisos.

Lembro a primeira vez que fui à Casa Grande do Bicudo (a casa pequena era do tamanho da minha infância, porém permanece ainda muito grande na minha imaginação) e deparei-me com aquele criado- mudo com pés palito. Um sonho retrô simplesmente irresistível! Célia, de onde veio? Ouvi a história que era do quarto da D. Ondina. E lembrei-me daquela peça que achava muito moderna para a época, porém igualmente chique e despretenciosa. Lembrei que apesar de ser bonzinho como meu pai, tinha medo do Sr. Antônio, patriarca daquela família por ele ser "grande demais". A verdade é que eu era tímida demais.
O fato é que nos finais de semana em Carmópolis, à noitinha era a hora de resgatar a Simone para a casa da Tia Maria. Ai meu Deus! Eu tenho que ir mesmo??? Teimava em me aproximar daquele ambiente, do ninho da família, o quarto da D. Ondina! Só via de longe e garanto que do meu campo de visão dava para ver aquele criado que fazia conjunto com a cama e a penteadeira. Tudo muito chique!

Nesse circuito Ondina- Bicudo, fui privilegiada com esse presente. Um presente lindo! Veio com carinho da mãos da Célia e da emoção da D. Ondina em me presentear com uma peça que fez parte de seu ambiente afetivo. Uma peça que tem muitas histórias para contar, que dialoga comigo, com a Casinha e minha tragetória. E tenho certeza, muito abençoada.

P. S.:   D. Ondina, eu aceito o convite em aprender a fazer biscoitos com a senhora na casa pequena. Nunca mais voltei e quero muito estar lá!


18 comentários:

Maria Luiza disse...

Oi Zi!!

Lindo texto, vc escreve muito bem!!
Essas lembranças da infância tem um gosto doce e as vezes um pouco amargo!!
O criado mudo é uma lindeza!!!
bjsss

Estamos te esperando sábado!!!!!!
Estou ansiosa para conhecer as blogueiras queridas!!!

bjss

Imac by Artes disse...

Que lindas recordações!
E que convite delicioso...
O povo mineiro é muito hospitaleiro
Abraços! Linda noite pra ti.

Faniquito disse...

Zi, que lindo teu blog...amei o conteúdo.E já vou virar fã de carteirinha.

Esse criado mudo é tão semelhante a umas lembranças q tenho...amei!!!Sem contar o texto.Parabéns.

Beijinhos

Ana

Mona Gouvea disse...

Lindo texto,gosto de estar aqui,lindo seu criado mudo, será sempre lindo ,mesmo quando voce quizer inventar com ele,bjo.

Carol disse...

Zi, uma história linda para nos contar sobre um lindo presente. Adorei.
Beijos

Luciana Alcantara disse...

Parabéns pelo criado e a história encantadora,você escreve muito bem.
Minha tia tem um criado igualzinho,fica numa pequena salinha com sua Bíblia.
Beijinhos,Lú!

Tatiana Amaral disse...

Zi... Carmopólis também me traz boas lembranças!! Da Simone, Elaine e principalmente das serenatas... lembro principalmente da vontade de abrir a janela pra ver que cantava tão lindamente em baixo delas... Bjos

Maria Luiza disse...

oi Zi!!!

Sobre o post "suporte para lenha":
Lá em Casa Branca,à noite,faz frio o ano inteiro!!!
E durante o dia , muuuuito calor!!!
Vc já foi lá????

bjsss

Essa sou eu disse...

Adorei ler seu lindo texto.
Beijo:)
Janice

Teto Doce disse...

Oi Zi, o criado é lindo e suas palavras me incantam.
beijinhos,

Su Falcão disse...

Oiii Zi!
Que lindo texto!!
É tao bom termos BOAS recodações né mesmo?!!

Um beijaooo e tenha um bom dia!

Simone Azevedo disse...

Zi querida, vc como sempre surpreendendo... A mamãe ta aki, vibrando com as suas lindas palavras!!! O "criadinho" não poderia estar em melhores mãos... Adoro relembrar através de suas palavras os melhores momentos da minha vida... Obrigada pelo carinho que vc tem com a minha família (vc faz parte dela!!!). bjo

Zi disse...

Ei minha amiga! Essas palavras é muito menos que vocês merecem! Sinto-me parte dessa família que sempre me acolhe com muito carinho! beijinhos

Zi disse...

Ei Tati! boa lembrança essa das noites com serenata.... hummm...vou escrever um post depois! beijinhos

c r i s disse...

Zi que presente lindo e cheio de histórias. Realmente combina com a Casinha, é perfeita! Bjim.:)

Tatiana Amaral disse...

Vou esperar, com ansiedade, o post sobre as noites com serenata. Tenho certeza que vai arrasar como sempre! Seus textos são ótimos e estão se tornando um vício das minhas manhãs... todo dia olho pra ver se tem novidade. Muitos beijos

Silvia disse...

Gosto muito mais das coisas que têm significado!...

Tássia Miranda disse...

Adorei o seu blog e seus textos! São inspiradores.

Beijo grande

Tatá Miranda
www.amodecoracao.com