sábado, 8 de outubro de 2011

PAPO BOM DEMORADO

Acordei cedo como de costume, mas permiti ficar na cama mais um pouquinho nessa manhã de sábado. Não demorou muito, e lá estavam eles assanhados num papo demorado na janela do meu quarto. Linguajar estranho, conversa esquisita. Acho que não sei relatar com riqueza de detalhes o que tanto falavam. Pareciam maritacas, mas na verdade eram os assanhaços, numa prosa gostosa de ouvir. E continuam lá até agora, reunidos debaixo da árvore grande. Acho que chegaram outros para esse encontro. Vou correr lá ver essa festa!

19 comentários:

✿ chica disse...

E como é bom poder presenciar esses papinhos...Lindo!beijos,chica

Essa sou eu disse...

Aqui em casa eu também tenho esse privilégio de ouvir essas deliciosas conversas...rsrs
Apareceu uma coruja uma noite dessas e acompanhou meu filho chegando de moto, à noite, quando voltava da faculdade, ele adorou a companhia.rs
Beijo:)
Janice

Lia disse...

Adooorooo passáros ... aqui em casa tenho uma amoreira bem na frente da janela. Então sempre que vou lavar louça tem showzinho particular,kkk

Ma Ferreira disse...

Leio sua postagem ouvindo na minha janela uma linda sinfonia..
pássaros que todos os dias me visitam..amo!!

remall disse...

Zi,
faça um comedouro de frutas, e aí sim vc vai ver que assunto variado.
Frutas prediletas: banana, mamão , abacate e laranja serra d'agua.

Angela Bergamaschi disse...

meu vizinho de baixo tem passarinhos e todos os dias acordo com essa conversinha estranha deles, ja me acostumei tanto que nos finais de semana que ele viaja e leva os passarinhos sinto que falta algo...é como se eles estivessem anunciando que o dia esta lindo e é hora de levantar..hj eles estão por aqui fazendo a alegria do dia..bjos

Ana Maria ( Jeito de Casa ) disse...

oi Zi

Maravilha acordar e já ter eles fazendo barulho por perto, gosto de dar uma parada de vez em qdo e ficar espiando o tratador onde coloco milho picado pra eles...

lindo findi pra vc!!!!!

bjuu

jeito simples disse...

Oi Zi!
Delícia isso de acordar com a passarinhada a prosear e cantar!
Sabe que surpreendentemente aqui no Rio tenho ouvido o canto de pássaros plea manhã...e o Malvino é despertado todos os dias as 5:30 h por um deles.
Nem usa mais despertador. Estou achando o máximo.
Bjos
;*)

Faniquito disse...

Oii, Zi !!!

Eu sou daquelas que não gosta de ouvir conversa alheia...mas essa eu confesso que amo.hehehe

Beijinhos

Ana

Ilaine disse...

Oi, Zi!

É a primavera que está a passos largos por aí. Os pássaros com certeza se alegram com a nova estação e estão de prosa debaixo das árvores.

Deliciosa leitura. Tuas palavras! Sempre lindas! Beijo

Fê Dutra disse...

Mas prosear é muito bom.
Tanto que não saímos daqui.
Um beijo

Rô Faleiro disse...

Oi minha flor
ganhou a deliciosa visita de passarinhos?
bom acordar com essa conversinha né, rs
Boa noite e boa semana pra vc
bjinhus

Dani disse...

Oi Zi!!
Adorei a sua casinha!!
E adoro essas conversinhas logo pela manhã!
Amei a sua visita e já estou te seguindo também!
beijinhos

Casa com tudo dentro disse...

Oi Zi que bom que meu blog esta aparecendo normal pra vc,isso significa que ele esta voltando a trabalhar bem!
Amiga vc sabe que no sábado disse ao meu marido que o que mais gostava aqui nessa casa e nesse bairro onde moro são os pássaros?Eles me acordam toda manhã com seus cantos e sua graça,o que mais tem por aqui é maritacas são lindas tem verde e azul,adoro qdo elas passam conversando alto,isso me deixa feliz,imagino sua felicidade em ouvi-los em sua caminha,beijinhos e boa semana!

Silvia disse...

A natureza não é só linda, é intensa, nos 'provoca'...

casa de fifia disse...

bom dia zi
copiei o seu texto casa arrumada de carlos Drummond de Andrade.
cloro que coloquei a fonte.

bacione

AleFaleiro disse...

Fiquei imaginando esse papo...Será que são tão bons como os nossos (Eu, você e a Mone)?

Zi disse...

querida Alê! acho que nossa prosa é mais divertida! bjs

Executiva de Panela disse...

Ahhh... que gracinha acordar e ouvir este som de enamorados! O canto, o papo dos passarinhos... é ótimo para a alma! Beijos, Paula