segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

ACIDENTES NO PERCURSO

Já disse que fui um bebê bonzinho. Isso é verdade. Acho que me divertia com os mobiles quase imperfeitos que adornavam o meu berço. E é claro que o meu berço foi herança da minha irmã, assim como os mobiles bem repuxados. Acordava e não chorava. Minha irmã chorava muito. Minha mãe se ocupava com ela fazendo birra e eu lá no berço esperando por ela esbanjando sorriso. Qualquer hora que sobrasse pra mim estava bom. Cresci assim, esperando timidamente.

E logo que cresci algumas coisas começaram a mudar. Alguns acidentes no percurso começaram a acontecer na minha vida.

Aos seis anos com picolé na mão, bem na porta de casa, fui atropelada por um fusquinha. O motorista nem teve culpa.... eu que resolvi olhar só para um lado e arriscar... coisas imprevisíveis de criança. Machuquei um pouco, não quebrei nada e estou inteira.
Poucos anos depois participei de uma competição dentro de casa. Ganhava quem chegasse primeiro na porta de vidro da sala. Impulsionada por uma vontade, não só cheguei primeiro, como atravessei a porta. Ainda tenho marcas e cicatrizes aqui, na palma da minha mão. Ah, e um dedo imperfeito.
E teve também o campeonato de quem levantava a perna mais alta. A minha foi tão alta que dei um salto mortal de costas para o chão. A voz sumiu e o desespero tomou conta da família. Por um instante achei que nunca mais poderia falar. Ainda bem que foi só por um instante.
Muitos anos depois, há três anos capotei o carro em uma rodovia. Sensação de desespero. Rápido, estranho, incalculável e sem direito de defesa. Com o carro de cabeça para baixo não sabia em qual zona de perigo que me encontrava. A ajuda veio rápido e consegui sair do carro inteira e só com o dedinho do pé machucado. Chorei muito. A adrenalina tomou conta de mim.

Depois desse episódio, minha vida  seu percurso. Foi na virada do ano e muitas coisas aconteceram. Despertou em mim, uma nova mulher, novas metas e nova ansiedades. Movida por uma vontade em busca dessa tal felicidade, mergulhei em minhas emoções atrás de novos projetos. Desafiadores?
Vivenciar novos desafios permitiu-me tornar-me mais humana, mais delicada, mais sensível. Mais feminina. Passei a valorizar o que antes não dava importância. Descobri mais pessoas importantes na minha vida. E tive gratas surpresas. Gente que veio e que foi e outras tantas que nunca foram embora da minha convivência. Novamente machuquei um pouco, não quebrei nada e continuo inteira. E ainda recebi presentes lindos! Aprendi com o amadurecimento enxergar as coisas simples da vida, querer mais e sempre mais o bem e amar tudo e todos sobre todas as coisas do mundo.


quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

BICUDO



Essa é uma imagem que me fez recordar. 

Foi lá no meio daquele povoado denominado"Bicudo"" que passava minhas férias na infância. Era do fogão à lenha que saía a água quente para o banho alimentada por uma serpentina e também era de lá que saía os aromas da comida bem feita. A água que descia diretamente da cachoeira enchia a piscina e nossa felicidade...uma farra só! 

Chego na cozinha da Casinha e procuro pelos sabores nunca esquecidos: o pão de canela da Tia Maria, o leite fresquinho esperado na porteira e o biscoito de polvilho da Tia Ondina. Ainda procuro pelas caixas de balas, chocolates e gulosimas que meu pai levava e ficava escondido no telhado da meninada. E sinto ainda o sabor da geléia de pétalas de rosa. Um sonho quase inacreditável de uma infância feliz.
Ainda procuro pela neblina das manhãs de inverno que prolongava a permanência na cama e ainda procuro pelo vagalume que clareava as noites e pelo lampião na hora de dormir. Nessa hora, ouvia-se apenas o som da noite. Procuro o cheiro de mato, cheiro do pasto.

Continuo passando as férias, os feriados e o finais de semana no Bicudo. Agora é na Casa Grande. A tia Maria e a Tia Ondina continuam preparando o que há de mais gostoso no fogão à lenha e eu também entrei para esse time e faço parte dessa história que tem muito mais para contar. Também quero registrar uma comida bem feita!

Esse balanço é de lá... e essa imagem me fez sonhar, voar e acreditar!

BAONILHA

Mais uma vez um post lindo e muito carinhoso... Obrigada Mayana! Essa festa é para vc!
Acessem: http://baonilha.blogspot.com/2011/02/gente-como-gentecasa-de-verdade.html


segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

CAROLA

Mais uma vez, um beijo grande para as minhas queridas que publicam meu blog na rede...
acessem: http://www.caroladuarte.com/2011/02/uma-casinha-charmosa.html
Carola, essas flores são para você!
Com carinho, Zí

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

FOTO DO DIA

Hoje quando subi as escadas e entrei em meu quarto, tive a grata surpresa com um feixe de luz que entrava apartir da janela... não resisti e fotografei! Supresa boa!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

MUITOS SELINHOS!

Olá meninas! vim agradecer os selinhos que recebi nessa última semana... foram 03 de uma só vez! obrigada pelo carinho das mensagens e por participarem do meu mundinho...

O primeiro selinho foi da Rosa Maria do blog http://www.rmaria59.blogspot.com/

O segundo selinho, mas primeiro de uma viagem internacional foi da querida Lia do blog http://www.casacomacucar.blogspot.com/

e o terceiro selinho, foi enviado carinhosamente pela Elisangela do blog http://www.ursolinodecor.blogspot.com/

A regra  'e indicar 10 blogs e falar 10 caracter'isticas sobre n'os:

01- Sou ansiosa... muito!
02- tenho mania de colocar o controle remoto e celular debaixo do travesseiro
03- Fa'co mais de uma coisa ao mesmo tempo
04- Todos os dias antes de sair arrumo as almofadas na sala
05- Choro sempre sozinha
06- Adoro cozinhar
07- Gosto de acordar cedo e dormir cedo
08- Amo flores
09- Adoro cores
10- Minha gargalhada 'e alta

Sigo muitos blogs que adoro, mas como tenho quie escolher 10, s~ao esses:

http://www.studiodalu.com.br/
http://www.apartamentoalugado.blogspot.com/
http://www.casacomacucar.blogspot.com/
http://www.vidapechincha.blogspot.com/
http://www.jeitosimplesdeser.blogspot.com/
http://www.jeitodecasa.blogspot.com/
http://www.madamemorgana.blogspot.com/
http://www.catarinaregina.blogspot.com/
http://www.bloguemargarida.blogspot.com/
http://www.anasinhana.com/

Esse selinho 'e para voc^es!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

STUDIO DA LU

Essas flores são para as queridas Lu e Carol pelo post em homenagem à minha casinha... Obrigada meninas pelo carinho!
acessem http://www.studiodalu.com.br/


sábado, 12 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

KENNEDY BAHIA

Acabei de descobrir!

"Conhecido nacional e internacionalmente, Kennedy Bahia foi um dos pioneiros na expansão das artes plásticas no Estado e ficou conhecido por suas tapeçarias alegres e coloridas, além dos quadros e gravuras de belas mulatas. Nos anos 60 e 70, Kennedy Bahia, que era muito amigo do escritor Jorge Amado e do também artista plástico Caribé, foi considerado o maior artista de tapeçaria do Brasil, tendo sua coleção Fauna e Flora da Bahia, de 1973, apreciada por colecionadores de todo o mundo.
O artista também contribuiu para a divulgação da cultura baiana, inclusive, adotando o nome do Estado e divulgando informações sobre a Bahia por todos os países para onde viajava com suas obras.
Nascido Patrick Maderos Kennedy Dito, em 1929, em Valparaiso - Chile, Kennedy Bahia era engenheiro de minas em seu país. Ele entrou em contato com o exotismo da fauna e flora brasileira pela primeira vez quando foi trabalhar na região amazônica, primeiro na exploração de ouro na selva boliviana e depois, já em território brasileiro, no alto Tapajós - Amazonas.
Convalescendo de uma malária, o engenheiro chileno iniciou sua atividade como tapeceiro. As impressões da selva, porém, nunca saíram da sua mente e seus trabalhos caracterizam-se pelo aproveitamento da fauna e flora amazônicas. Ao se mudar para a Bahia, nos anos 60, passou também a incluir motivos folclóricos da cultura afro-baiana nas suas obras."



Fotos blog Thais Losso

MERCADO DAS PULGAS

Um quadro colorido, com cores quentes, clima tropical. Uma sutileza em retratar o que temos de mais belo, que é a natureza, onde o vermelho empresta para o céu uma cor vibrante que não sai de moda... e que apenas e completamente contribuiu para o meu encantamento. Foi assim, naquela manhã de sábado, na Praça XI no Rio de Janeiro. Mercado das Pulgas, um lugar cheio de peças inusitadas que brincam com nossa memória. Percorri toda a feirinha e não consegui encontrar mais nenhuma peça que me preenchesse tanto. Entendi que aquele quadro, daquele artista desconhecido pra mim me bastava. Mesmo querendo comprar uma cadeira vintage, pés palito em couro cor azul piscina. Linda! Mas o quadro ainda me causava inquietação. E mais: era 10% do valor da cadeira. Uma pechinha de R$25,00.
É assim continuo minha coleção de peças antigas. Esse quadro já habitou casas com histórias que desconheço, mas que posso perfeitamente inventar. A única coisa que sei com certeza absoluta é que ele foi moldurado por Luis no dia 23/08/75. Coincidência ou não, tem a mesma idade que eu.

Do meu pai herdei a mala antiga cheia de boas lembranças, recheada de objetos, cartas, fotos, arquivos vivos de minhas memórias. E sobre ela pousam livros diversos e uma máquina fotográfica Olympus Pen, usada por meu pai para registrar momentos de nossas vidas em família. Registros de diversos lugares, inclusive do Rio de Janeiro que continua muito lindo. Posso acreditar que o tal artista, atualmente o meu favorito- Kennedy Bahia, foi fortemente influenciado por paisagens tão encantadoras para criar sua obra de arte que hoje enche minha sala de estar. Preenche meu espaço de cor e poesia, com outras histórias pra contar. Do Rio de Janeiro para Belo Horizonte, daqui pra outros lugares... quem sabe?




domingo, 6 de fevereiro de 2011

COMENTÁRIO

Ontem chorei na festa como criança. Resolvi voltar a ser criança de novo só por um momento. E fui amparada por um colo ternro, carinhoso e ninada com palavras delicadas da minha amiga.
A dor se transformou em amor.
Depois voltei a sorrir.
Quero sempre voltar a ser criança.