quinta-feira, 30 de junho de 2011

AULA DE CULINÁRIA NÚMERO 01!

Voltei para a minha aula de culinária e uma vez por mês vou postar receitas fantásticas do meu curso com a Chef Cau Werneck!

Entrada: Abóbora com Fondue de Queijo


Prato principal: Entrecôte com batata dourada, alecrim e tomate



E de sobremesa: Potinhos de limão siciliano



Que Marravilha!

domingo, 26 de junho de 2011

HERANÇA

Minha avó materna viveu até os 94 anos de idade, forte e lúcida. 

Contrariando a lei da natureza, enterrou o primeiro filho com 18 anos e o segundo, aquele que para mim, era o mais emotivo e carinhoso, há quatro anos atrás. Desde então,  família esquisita, sem almoço aos domingos e sem ceia de natal em 24 de dezembro. Gostava de casa cheia, mesmo sabendo que na maioria de seus dias, estaria só.

O dia das mães, marcou o início de sua quarentena. Entregou seu cansaço e marcou sua despedida. Estava cansada da vida. Percebia o universo ao seu redor e não estava mais feliz. Não havia doença, só uma vontade de ficar em paz. Missão cumprida e uma vontade imensa em ir morar naquele lugar de descrição arquitetônica bonita, como vemos retratados na TV e no cinema.

Semana passada, quase sem perceber, descansou.

Tive o privilégio de ser a última a sentir seu batimento cardíaco. Já na sala do CTI, resignada, ouvi silenciosamente as palavras do médico. Nada mais a fazer. Acariciei  suas mãos e o batimento cardíaco dela se elevou a 165 ciclos. Ela ouviu, sentiu o toque e foi poucas horas depois, ouvimos o veredito final.

A escolha pela cremação foi acertada. Aconteceu em um lugar bonito, tranquilo e sereno. Como uma rainha, subimos até um altar e o corpo foi levado como que em uma "nave espacial" para a cidade Nosso Lar. As semelhanças físicas do lugar e as sensações, na minha visão, assemelham-se a essa "colônia espiritual" descrita pelos livros de romance. Melhor assim. Voltamos para casa confortados.

Já havia a promessa dos tais copos verdes. Desejava-os muito, mesmo antes da Casinha. Para mim, ainda como parte desse patrimônio, toalhas bordadas por ela para seu enxoval, que teimava em guardar para ocasiões especiais. Ainda estão novinhas e agora é meu enxoval luxuoso. Prometo também usá-las só em ocasiões especiais.

E a grata surpresa chegou como um brinde, entregue pelas mãos da minha irmã: um banco velho de madeira, que era disputadíssmo quando ainda éramos crianças. Combina comigo, combina com a minha casa, minha história e minhas lembranças. Essa é apenas uma parte da minha herança. As mais verdadeiras, estão aqui comigo, e não sei como descrever.





quinta-feira, 23 de junho de 2011

sábado, 18 de junho de 2011

SONHO DE VALSA

Delícia crocante do fim de semana! Hummm.....delícia!


Tô achando que eu estou muito marqueteira ultimamente...

segunda-feira, 13 de junho de 2011

NA HORA DO INTERVALO

Lá em casa, refrigente era proibido. Tinha que beber suco natural e nem podia ser Tang. Esse também era proibido. Rapidinho para preparar! Só que não podia e ponto final. Só tinha um detalhe: eu minha irmã, podíamos contar com um contraventor: meu pai! Era ele que comprava caixas de Fanta Uva e escondia da minha mãe, "é só para o fim se semana das meninas!", dizia ele. Gostava de agradar sempre tudo e todas as pessoas. Como ele era o responsável em nos levar para a escola, tinha sempre uma garrafinha escondida no carro com Mirabel de chocolate. Bebia quente mesmo na hora do intervalo e achava uma delícia! Saudade....

Não gosto de beber Coca- Cola, só gosto da publicidade que em nada influencia meu paladar, só instiga minhas emoções. Gostava de colecionar miniaturas de garrafinhas e ficar na janela esperando o caminhão chegar no armazém ( gosto mais da palavra Vendinha!) da esquina da minha casa. Desesperada e ansiosa que era, saía correndo e perdendo as tampinhas ( meu precioso vale- troca) pela rua.

Gosto da época do Natal, que até hoje os caminhões de entrega saem pelas ruas com sininhos que rebatem como uma melodia para meus ouvidos. Isso me faz acreditar que a vida é muito boa e recheada de surpresinhas de felicidade. E que existem muitas pessoas que chegam em nossas vidas para trazer mais um pouco de aprendizado, alegria, nos fazer melhores e perceber a vida em um novo ângulo, enfim, pessoas simplesmente boas.

E amo essa campanha atual: "existem razões para acreditar: os bons são maioria". Coca- Cola, é isso aí!

sábado, 11 de junho de 2011

ZOOM

Atendendo a pedidos do post "Vendinha", dei um zoom no meu balde amarelo que fez a vez de vaso para receber mais um pouco do meu jardim que tanto amo!
Lá na casa da minha avó, ela plantava em lata de óleo vazia... aqui na casinha foi no balde... carrego sempre comigo em minha memórias afetivas, situações e vivências, e tento adequar à minha realidade.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

FORREST GUMP

Faz de conta que essa daí sou eu: correndo, correndo muito pra dar conta de tantos projetos!


sábado, 4 de junho de 2011

TENDÊNCIA DE INVERNO

Ouvi dizer por aí que é tendência para esse inverno colocar uma pitada de cor nos looks para a próxima estação. Combinar cores cítricas com o monocromático, é o grande hit! Cor limão sicilinao  dialoga muito bem com a base nude. Li na revista Vogue, sob o olhar talentoso de Mário Testino. As tais it girls estão bombando por aí com esse visual.

Para mim, não basta essa "pitadinha". Gosto de cores, cores de Frida Kahlo, cores.

Meu quintal está com um novo astral, preparado para o inverno. E com cores, muitas cores!






quinta-feira, 2 de junho de 2011

TUDO

Tenho mania de querer fazer TUDO hoje, TUDO manhã e TUDO depois de amanhã. E quando chega depois de depois de amanhã, acho que não vou ter nada para fazer, vem esse TUDO de novo atrás de mim.

Que coisa!

Andei pensando e acho que devo parar com essa mania boba.