terça-feira, 26 de agosto de 2014

Um gigante



Consigo medi-lo no tamanho da sua simplicidade. Tão simples que chega a ser engraçado. É essa a medida que o torna grande demais. Grande no momento em que sabe incluir, agregar, agradar. Sabe doar sem medidas. Sabe incomodar o sorriso, que teima em não querer parar.

Grande por saber compreender o próximo, de maneira sutil,  sem ser clichê, colocando- se sempre no lugar do outro.
Grande demais por saber perdoar, todos os dias, nas grandes e pequenas atitudes.

Um gigante, quando busca todas as alternativas para fazer o outro que esbraveja, sorrir.
Um gigante também na sensibilidade sem medidas, no humor natural, na gentileza em servir e por me fazer sonhar.

Preciso tomar cuidado, para não ficar pequena demais perante esse gigante!

4 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo e como é bom ter esses gigantes perto de nós e que percebemos isso diante de atitudes do dia a dia! Legal! bjs, chica

✿ chica disse...

Que lindo e como é bom ter esses gigantes perto de nós e que percebemos isso diante de atitudes do dia a dia! Legal! bjs, chica

Zi Faleiro disse...

; ) beijos Chica!

Maria Célia disse...

Uau... que bacana e que gigante fantástico.
Beijo, Zi.